Minha carreira - Primer RH

O que é fazer mais com menos?

21 de novembro de 2019

Um dos mantras mais repetidos no mundo corporativo, sobretudo em tempos onde a crise aterroriza diversos segmentos de nossa economia, é a famosa busca por “fazer mais com menos”. Poucos gestores, porém, sabem interpretar e transformar esta frase surgida desde a Revolução Industrial. Mas afinal, o que é fazer mais com menos? Saiba lendo nosso novo post.

 

Esta interpretação equivocada leva muitos gestores a assumirem que fazer mais com menos é sinônimo de cortes de gastos, reduções de equipes e aumento de carga horária de trabalho. É fato que estes itens podem fazer parte desta busca, porém, fazer mais com menos pode representar mudanças muito mais significativas do que estas óbvias (e tentadoras) interpretações.

Reorganizando a rotina

Mas o sucesso não advém do esforço e do trabalho árduo? Mas é claro que sim, desde que sejam feitos de forma inteligente, com objetivos claros e definidos. Os melhores resultados advêm da identificação de oportunidades e não de nossa capacidade de resolver grandes problemas.

O gestor que se permite estar sobrecarregado de tarefas e atividades não “nobres” prejudica diretamente o resultado de sua empresa, pois ele não dedica tempo para pensar, para planejar, para analisar o mercado, para direcionar seus funcionários e, pior, não dedica parte suficiente de seu tempo para viver, itens essenciais para que o profissional tenha lucidez para tomadas de decisão mais ágeis e inteligentes.

Um dos maiores desafios dos gestores e executivos é, sem dúvida, dizer não.

A resposta imediata ao se deparar com situações nas quais são necessárias concessões para priorizar outros assuntos é a tentadora e gloriosa “posso fazer os dois”. Assim, executivos marcam reuniões improdutivas de forma sequenciais e correm de uma para a outra durante a semana inteira, sem ter tempo de pensar e refletir sobre os assuntos tratados nas mesmas e, consequentemente, deixam de enxergar pontos cruciais para seus negócios.

Gestores assumem metas e atividades totalmente antagônicas, fazendo com que sua equipe perca seu foco e divida seu tempo em vários objetivos, fracassando em todos eles. Gerentes de projeto assumem prazos irreais ou concordam em assumir projetos concomitantes, mesmo sabendo que não possuem tempo e recursos para cumprir seus compromissos. Tudo por não estarmos habituados a dizer “não”.

O mantra não é mantra por acaso

Para fazer juz a frase citada muitas e vezes por viciados em produtividade, não há melhor do que colocá-la em prática. Também, para saber como lidar com situações de crise sem entrar em total pânico, é imprescindível ter as seguintes atitudes:

Corte gastos excessivos

Antes de qualquer decisão que gere custo, pergunte-se sobre a real necessidade de executá-lo. Se for uma compra, por exemplo, pense se realmente é o momento e se será algo que fará a diferença para você, caso não seja importante, descarte.

Revise rotinas

Resumindo o tópico lá do comecinho do texto: Reveja os seus processos internos e analise se realmente são feitos da melhor forma. Procure por opções voltadas à agilidade e qualidade. Rotinas que são executadas sem gerar um resultado utilizável não devem ser mantidas.

Mantenha em sua equipe quem joga para cima

Em tempos difíceis,  você deve ter preparo. Ter um time de excelência para que sua chance de sucesso seja melhor. Manter pessoas que não estão jogando junto com o time vai acabar jogando todos para baixo. Você como gestor tem a obrigação enxergar isso e manter a qualidade da equipe.

Saiba o custo de seu produto 

Mesmo que não tenha relevância alguma, existem produtos que são vendidos que são mensurados os custos de forma errada, às vezes até pela complexidade de se chegar a um valor. Isso pode levar uma organização ao fracasso. Invista seu tempo para que os custos sejam identificados da forma mais assertiva possível, assim poderá ter a certeza que determinado produto ou serviço é rentável.

Jogue uma luz nos resultados, pois eles são importantes

A questão 80/20, também conhecida como Conceito de Pareto, se tem a seguinte situação: onde 80% de algo acaba trazendo 20% de resultado, ou o inverso. Nesta fórmula se explica como a maioria dos eventos tem origem na minoria das causas, algo que no século passado tornou-se um conceito da Economia e mais atualmente, para aqueles que veem a produtividade como um ramo a ser estudado com mais profundidade.

Lembre-se disso: pensar é analisar o que é que traz resultados no seu trabalho. Certamente que você realiza muitas coisas, mas há elementos que são mais eficazes em resultados do que outros. Mapeie estes elementos: por vezes são os clientes que mais trazem resultados, fornecedores que mais facilitam seu cotidiano e também identifique os gargalos da perda de recursos. Lembre que a proporção vale para o positivo e para o negativo.

A mudança é a única constante

Para quem se pergunta como alguns poucos conseguem fazer muito, enriquecer de forma substancial e ganharem destaque em suas áreas de atuação, a recomendação é aplicar o conceito de análise de processos visando simplificar e colocar o foco onde interessa. Certamente 80% do tempo acaba sendo desperdiçado com projetos que rendem 20% se tanto, por absoluto desconhecimento de ferramentas de gestão. Aproveite a próxima pausa para avaliar seus processos, pois trabalhar poucas horas do dia não é utopia, mas requer análise, foco e direção. Isso tudo buscando crescer em resultado – portanto, vale a pena implementar!

Afinal, o que é fazer mais com menos?

Fazer mais com menos significa trabalhar menos, porém de forma mais inteligente, significa aumentar a produtividade sem que para isso seja necessário aumentar o esforço a um nível insustentável. Significa focar seu tempo em atividades que possam otimizar não somente os resultados, mas também otimizar e simplificar o caminho percorrido para atingir estes resultados.


Objetivando construir uma reflexão voltada a minimização de custos com foco em melhores resultados, a Primer oferece a você a palestra Fazer Mais com Menos com Márcio Freitas, no dia 29 de novembro. Para saber mais informações e se inscrever, clique na imagem abaixo.

Compartilhe