Minha carreira - Primer RH

Festa da empresa não é balada!

20 de dezembro de 2019

O momento é de descontração e de celebrar os resultados obtidos no ano, mas muitas vezes as pessoas se comportam de maneira extravagante e sem pensar nas consequências de sua imagem na empresa após a festa.

 

O excesso de bebida, reclamações, roupas ousadas e piadas de mau gosto podem além de tornar o profissional assunto do dia seguinte, resultar até mesmo em demissão, em casos extremos.

Saiba o que pega bem e o que queima a sua imagem na festa da empresa:

Postura x reputação

“Tudo o que tenho é minha reputação profissional.”

Não faça brincadeirinhas maldosas com os colegas e os gestores. Se ficar na dúvida, avalie: você faria o mesmo se estivesse em um dia normal de trabalho?

Dance, divirta-se, mas não cogite descer até o chão quando tocar a sua música favorita. Algumas danças podem render fotos em poses mais ousadas, que serão motivos de comentários nada profissionais.  Não exponha a sua vida pessoal e nem mesmo fofoque sobre os colegas e não critique a organização da festa. Ah! E o mais importante, nunca fale mal do chefe.

Aproveite o momento para melhorar seu networking na empresa. E, mesmo que não esteja conectado ao evento, não se isole, nem adote uma postura mau humorada.

Simpatia e boa educação são sempre bem vistos.

Paquerar: Não é o momento de “dar em cima” do (a) colega, e mesmo que esteja rolando um clima, essa não é a ocasião para rolar algo. Espere para marcar um encontro somente entre vocês dois, longe da equipe da empresa. Acompanhantes: Confira com os organizadores da festa se é possível levar alguém, caso não esteja especificado no convite.

Redes sociais

As redes sociais são uma vitrine. 69% das empresas usam as redes sociais para recrutar profissionais, fazer negócios e até mesmo demitir.

Tenha atenção as suas publicações. Pequenas delicadezas evitam mal-entendidos. Sua imagem ON é tão importante quanto OFF.  Evite postar fotos constrangedoras dos colegas. Seja delicado, pergunte antes de marcar e postar a foto de alguém.

Na dúvida de postar, pergunte-se: a que estou vinculando minha imagem? Qual o impacto que ela trará?

Se for para fazer check-in, que seja útil, elogie ou dê uma dica sobre como chegar ao local.  Evite curtir o próprio post ou foto, autoelogio não pega bem. A zoeira tem limites na empresa: Às vezes, uma piada pode ofender, mesmo que essa não tenha sido a intenção. Nunca faça comentários ofensivos disfarçados de piadas.

Brincar com racismo, homofobia ou intolerância religiosa, nem mesmo de “brincadeirinha” pega bem.

Selfies: fotos dos pratos e da decoração são bacanas, mas, lembre-se: sem críticas, e fotos com bebidas alcoólicas ou cigarro não pegam bem para imagem profissional e devem ser sempre evitadas. A festa é social, mas, sua postura deve ser profissional. Coloque o celular no silencioso ou desabilite os sons que normalmente são emitidos a cada notificação. Ninguém merece uma sinfonia no meio do jantar ou no discurso do amigo secreto.

O que vestir?

Esse é um dos itens mais delicados, pois há quem confunda festa da empresa com balada, e não é.

Caso, o tipo de traje não esteja no convite do evento, tenha em mente que o encontro segue sendo profissional, por mais que o ambiente seja informal, não exagere na hora de se vestir.

Mulheres: Evitem transparências, decotes exagerados, roupas muito justas, vestidos curtos, minissaias e cores chamativas. Afinal, se você não usou esse tipo de roupa durante o ano na empresa, para que usar na festa de fim de ano?

Homens: evitem bermudas, calças rasgadas, tênis e excesso de acessórios, como: correntes e anéis. Que tal um jeans básico e uma camisa?

Comes e bebes

Seja educado na hora de se servir. Não saia correndo para a fila; dê preferência para os idosos, pessoas com deficiência e gestantes.  Quando chegar ao buffet, não encha demais seu prato. Não é porque a empresa está pagando (se for o caso) que você precisa exagerar e comer como se não houvesse amanhã. Bebidas alcoólicas: Se você está acostumado a beber, beba pouco. Se não está, nem beba (beber demais pode causar uma enorme ressaca moral).

Amigo secreto

A troca de presentes pode ser uma tremenda saia justa.

Compre o que o seu amigo pediu. Se não houver uma lista, escolha um vale-presente de uma livraria ou de uma loja de roupas. Não ultrapasse o valor definido para o presente (mesmo se tirar seu chefe, ou conviva com o apelido de puxa-saco para sempre), e nem dê algo de menor valor.  Na hora de apresentar o seu amigo secreto não critique nem aponte defeitos, fale das qualidades pessoais e profissionais dele.

Dicas finais: Você estará sendo observado, então, por mais que seja uma festa lembre-se que continua sendo um ambiente profissional, afinal, você estará cercado das mesmas pessoas com quem convive diariamente no trabalho.

Divirta-se e boa festa!


Texto originalmente escrito por Karla Aprato

Compartilhe