Minha carreira - Primer RH

Quatro dicas para sair da zona de conforto

14 de novembro de 2019

Tudo o que você procura pode estar a um passo da sua zona de conforto, mas se você não arriscar, pode nunca saber disso. A zona de conforto é um lugar, mas também pode ser um momento, um emprego, um curso ou qualquer coisa que te mantenha seguro e com a sensação de que sabe tudo o que está fazendo. Parece bom pra você? Então continue lendo!

 

Não correr riscos pode até parecer a opção mais confortável, mas sem desafios não existe mudança, crescimento e evolução. Quando você está na sua zona de conforto, sente-se acostumado com tudo o que acontece e é simplesmente levado pelas situações da rotina.

Pode até existir uma breve noção de que aquela condição está estagnada, mas o medo de perder a estabilidade é maior e te impede de tomar uma atitude.

Entre o conforto e a evolução, existe uma trajetória desafiadora com quatro principais momentos:

Zona de conforto: você até sente que tem algo errado, mas não sabe o que, já que está tudo sob controle. Não existem muitas novidades e, quando existem, são coisas pequenas que não trazem grandes mudanças.

Zona de medo: esse é o momento em que você entra em contato com novos conhecimentos e aprendizados pela primeira vez. Como diz o nome, ainda existe muita insegurança e medo do desconhecido.

Zona de aprendizado: aqui você começa a consolidar o que conheceu na zona de medo. Aos poucos, os desafios te ajudam a desenvolver novas habilidades e aumentar seus conhecimentos.

Zona de crescimento: você finalmente alcança os resultados e objetivos que pareciam tão distantes quando você estava na sua zona de conforto. Você entende o porquê de passar pelos desafios que passou e se sente cada vez mais disposto a definir e correr atrás de novas metas.

Caminhar por esse trajeto é desafiador: esse é o sinal de que você está na direção certa. Não adianta ter as mesmas atitudes e esperar resultados diferentes. Esteja disposto ao incomum!

Existe uma expressão que diz: Vá com calma. É sobre levar a vida de forma calma e tranquila, sem se colocar em situações de desconforto. Nós acreditamos no contrário. Levamos a vida no modo Contenha-se. Sempre encontrando formas de inovar e fazer acontecer em condições de incerteza, mesmo que seja desconfortável.

Às vezes, pode ser difícil identificar que está na zona de conforto e saber como sair dela, por isso, aqui vão quatro dicas para te ajudar:

Conheça os seus pontos de destaque e de melhora

O primeiro passo para a mudança é saber seu ponto de partida. Entenda suas habilidades e capacidades e se pergunte:

🔸Estou feliz onde estou?

🔸 Gosto do que eu faço?

🔸 O que preciso fazer para alcançar o que desejo?

🔸 O que está me impedindo de conseguir o que quero?

Responder essas perguntas vai te ajudar a entender onde você está, quais os seus objetivos e os passos para chegar até o resultado final.

Isso servirá como um ponto de partida, o primeiro passo para fora da zona de conforto.

Você não é o centro do mundo

E isso é ótimo! Quer dizer que você não precisa ter medo ou vergonha do que os outros vão pensar. Cada um está ocupado com as próprias metas.

Ninguém está torcendo contra você, assim como ninguém vai correr atrás dos seus objetivos no seu lugar. Então, no fim, você só é o centro do seu próprio mundo. Faça ele girar!

Não deixe sua insegurança transformar dúvidas em certezas

Em momentos de aprendizado, é comum se impor barreiras bem maiores do que elas realmente são. Isso se chama auto sabotagem. Você começa a adiar metas que você é capaz de cumprir por achar que não consegue.

Não é porque alguém não conseguiu fazer alguma coisa que você também não vai conseguir. Cada pessoa é diferente e possui habilidades diferentes. Antes de dizer que não consegue, tente.

O único erro é não começar

Explorar o desconhecido te torna vulnerável e a vulnerabilidade causa insegurança. Isso é comum para a maioria das pessoas. A diferença é o que cada um faz com essa insegurança: enfrenta ou se deixa moldar por ela.

Lembre-se que você não precisa ser o melhor em alguma coisa para começar, só precisa ser a pessoa que decide tomar a iniciativa de fazer algo. Se você não se sente desconfortável, então você não está tentando nada novo.

Sair da zona de conforto é um desafio e incomoda. Mas saiba que, se você decidir dar esse primeiro passo, vai fazer coisas que a maioria das pessoas evita começar por medo de falhar.

Compartilhe