Minha carreira - Primer RH

Supere a timidez e destaque-se na entrevista de emprego

9 de Janeiro de 2020

Sabe quando a gente está em uma dinâmica de grupo e vai chegando aquele momento em que tem que se apresentar? Quem é tímido sofre nessas ocasiões: as mãos começam a suar, dá um nó na garganta e a pessoa até acha que não vai conseguir.

 

A timidez pode ser um problema sério em muitas áreas da vida e na carreira isso não é diferente, sobretudo para quem está vivenciando um processo de recolocação, pois a capacidade de falar em público está em teste a todo momento. Neste post, vamos trazer as algumas dicas para você superar sua timidez e se destacar na entrevista de emprego. Continue lendo!

Ser tímido não significa ser introvertido e vice-versa

Primeiro,  vamos diferenciar timidez de introversão. São duas coisas totalmente diferentes. Pessoas tímidas, muitas vezes rotuladas como antissociais (outro termo bem contrário, mas este é um assunto para outro momento em outro post), não estão presentes em rodas de amigos ou qualquer outro tipo de reunião com muitas pessoas, especialmente que não conhecem.
Na verdade, essas pessoas não comparecem a esses eventos não porque não quer e sim porque não consegue. Ela acha que não tem recursos suficientes para estar ali e vencer a dificuldade que sente para se comunicar com outras pessoas e ser aceita por elas. E isso a machuca e a incomoda bastante.

E isto tem sido fortemente relacionando com a Síndrome de Impostor (inserir link aqui).

Ok, já as pessoas introvertidas costumam ficar sós ou afastadas dos outros. Mas sem incômodos, apenas paz consigo mesmos. Tudo na mais pura solitude. Estar só ou se retirar, ainda que outras pessoas estejam reunidas é uma escolha, que nem sempre deve ser vista como negativa. Afinal, não há nada de errado em apreciarmos nossa própria companhia de vez em quando.

Se depois de ler essas definições, você se vê como pessoa tímida (e se classifica como uma), precisa encarar uma entrevista ou dinâmica de grupo, continue lendo. (E bom, se você não for, fique. Você pode passar estas dicas para alguém.)

Prepare-se para o momento

O processo de recolocação no mercado de trabalho geralmente traz bastante ansiedade para a maioria das pessoas, sejam elas tímidas ou não. Para os tímidos, isto é três vezes mais estressante. Daí a necessidade de preparação.

Quanto mais segurança você tiver, melhor. 

Pesquise sobre a empresa e as atribuições do cargo para o qual se candidatou. Também, exercite seu auto conhecimento. Escreva sobre quais são seus pontos fortes e experiências. Se você disser que possui determinada habilidade, pense em exemplos que possam descrever na prática essa sua qualidade.

Não deixe para pensar sobre isso na hora da entrevista. Todos sabem que tais perguntas virão e você já estará nervoso demais. Assim são grandes as chances de ter um “branco”. Essa é uma resposta do seu organismo ao medo e, como sabemos, timidez e medo estão ligados.

Pare de prestar atenção excessiva em você e no seu corpo

Isso não é um aviso para que você ignore os sinais que seu corpo dá. É que muitas vezes, reparamos demais em defeitos que, se parar para pensar, nem é um defeito de verdade. Quando perceber que está ficando vermelho, com as mãos suadas e com o coração disparado, a tendência é se preocupar automaticamente com isso, perguntando a si mesmo se as pessoas em volta estão percebendo.

Isso é ruim porque você volta toda a sua atenção para as coisas desconfortáveis que está sentindo e, quanto mais fizer isso, mais essas sensações vão se expandir, ou seja, mais você vai se sentir mal.

Uma dica é procurar algo no ambiente para focar, como um quadro, por exemplo. Se for uma paisagem, tente observar os detalhes, como as cores e as formas. Enfim, distraia-se. Assim você evita colocar o foco em si mesmo.

Também, tem uma técnica bem interessante para diminuir a ansiedade generalizada que o momento causa é o grounding.

Usando os cinco sentidos, você vai:
1 — Focar em cinco coisas que você pode ver;
2 — Focar em quatro coisas que você tocar;
3 — Focar em três coisas que você pode ouvir;
4 — Focar em duas coisas que você cheirar;
5 — Focar em uma coisa que você pode sentir o gosto.

E um site bem bacana, chamado desacelera.com para literalmente desacelerar. E trazer a calma de volta pra sua mente, ok? 

Não tente adivinhar o que as pessoas estão pensando sobre você

Por que toda pessoa tímida acha que pode adivinhar o que as pessoas estão pensando sobre ela?

Geralmente as suposições são as piores possíveis. Coisas como “será que estão percebendo que estou nervoso?” ou “será que estão achando o outro candidato melhor do que eu?” Sempre que possível, distraia-se antes da entrevista começar. Leve um livro ou ouça música. Cultive o otimismo e tenha um estado mental positivo.

Não finja ser algo que não é

Por favor(!), não finja ser extrovertido. Recrutadores são especialistas em perceber coisas erradas no comportamento dos candidatos. A maioria deles têm formação e treinamento para isso.

Então é claro que perceberão que há algo errado. Você não precisa fingir ser algo que não é. Há um monte de coisas que você é e que são superpositivas. Por que não focar nelas?

E tem mais: você nem sabe qual é o perfil da vaga. Pode ser que a empresa queira alguém mais tímido ou introvertido. Pessoas com esse comportamento geralmente se mantém concentradas por mais tempo e com mais facilidade, não são impulsivas, costumam apresentar argumentos muito convincentes, entre outras coisas. Então, para alguns cargos, contratar alguém com um perfil mais introvertido é bastante vantajoso para a empresa.

Não ressalte as suas dificuldades ou pontos a melhorar

Timidez não é doença. Você não precisa ressaltar esse e nem outros pontos da sua personalidade que considere negativos. Se perguntado, fale das suas habilidades e pontos fortes sem se constranger.

Mostre o que você tem de melhor.


Leia nossos posts relacionados: 

O que é inteligência emocional e porque você precisa dela?
O que é empatia?

 

Compartilhe